Até robótica e tecnologia viram tema de aula em escolas públicas

TETEAR TECH NA MÍDIA

Noticia inserida no dia 16/10/2019 por [Tetear]

Até robótica e tecnologia viram tema de aula em escolas públicas

Alunos de escolas públicas de Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba, no Paraná, estão tendo acesso a aulas de robótica e outras modalidades gratuitamente. A iniciativa é da Parabolé Educação e Cultura que criou o Tetear Tech, projeto voltado à inclusão dos estudantes ao ensino de tecnologia. As crianças têm entre 5 e 17 anos e recebem duas aulas por semana no contraturno escolar com professores especializados.
A aprendizagem consiste em utilizar kits de montagem e sucatas para desenvolver diferentes modelos e soluções tecnológicas. “É visível o interesse das crianças nas aulas, inclusive por ser no contraturno, elas não são obrigadas a comparecer, porém já temos lista de espera de crianças porque é algo que os instiga a criar, a desenvolver, a construir diferentes robôs, etc”, explica Nélio Spréa, sócio diretor da Parabolé e co-idealizador do projeto.
Outro aspecto da aula de robótica, é que por ser lúdica e desafiadora, as crianças precisam trabalhar em grupo de forma cooperada. Planejar, pesquisar, tomar decisões, definir ações. E isso promove a colaboração espontânea de todos os alunos.
As ações do Tetear Tech se dividem em três áreas: Linguagens Artísticas, Tecnologias de Produção Cênica e Produção de Espetáculos. As oficinas atendem em média 25 alunos por turma e acontecem em algumas instituições da cidade: Instituto federal do Paraná, Colégio Estadual Desembargador Clotário Portugal, CEU Meliane, Guarda Mirim e Centro da Juventude Bom Jesus.
Apostando no potencial criativo de crianças e jovens de Campo Largo, o projeto pretende realizar em 2019 a montagem e apresentação pública de espetáculos como resultado do processo formativo. E os resultados obtidos nas oficinas de robótica e aprendizagem criativa serão apresentados no final do ano.
De acordo com o coordenador pedagógico do projeto, Thiago Domingues, “o projeto dialoga com as mais recentes pesquisas no campo da educação, em que “a escola e as práticas educativas nos contextos não formais de ensino passam por um momento de metamorfose, em busca de consolidar outro sentido e significado ao processo de aprendizagem. Somos todos produtos e produtores de cultura, inclusive a criança e o jovem, em seus diferentes contextos”.
A Parabolé Educação e Cultura é uma usina de soluções culturais e projetos educativos. Tem como clientes empresas, escolas, secretarias de educação, cultura e desenvolvimento social. Fundada em 2008, atua na formação de educadores, mantém um conjunto de oficinas artísticas e produz espetáculos, CDs, livros e filmes direcionados a crianças, adolescentes, agentes sociais, educadores e pais.
A equipe se vale da integração de diferentes linguagens artísticas para idealizar e desenvolver ações culturais dotadas de valor educacional e social. Possui mais de 60 projetos culturais já realizados e funciona em constante estado criativo. Intervindo no cotidiano das instituições de forma criativa e estreitando o laço entre os campos da cultura e da educação, a Parabolé tem como principal missão utilizar a arte como elemento de transformação. Mais detalhes em www.parabole.com.br
Fonte: https://www.bemparana.com.br/noticia/robotica-e-tema-de-aula-em-escolas-publicas#.XacHg0ZKiUl